Engebasa obtém vitória na justiça

O processo foi conduzido pela advogada ANA PAULA BABBULIN, do escritório DASA ADVOGADOS

O juiz da 3ª Vara Cível do Foro da Comarca de Cubatão negou pedido de tutela antecipada realizado nos autos da Ação Revisional pela ENGEBASA no qual pretende a suspensão da consolidação de propriedade da sede empresarial.

Leia a matéria na íntegra. Clique aqui

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin